Conheça o projeto Samantha

Samantha e Rogers

Cliente: Samantha e Rogers

UMA DECISÃO BASEADA NA RACIONALIDADE

Não é raro o sentimento de necessidade de renovação do lugar no qual passamos uma boa parte do nosso tempo e o da nossa família: nossa casa. Para alguns, uma decisão baseada num impulso, para outros, um exercício de raciocínio. Este é o caso deste casal (Pesquisadores da USP) e suas duas filhas.

Inicialmente a compra do imóvel foi considerada um bom investimento – e na realidade foi – porém, com o passar dos anos o casal resolveu que chegava o momento de reformar a casa. Os motivos não eram somente estéticos, mas havia muitos problemas a serem resolvidos.

Um deles era a falta de iluminação e ventilação das acomodações íntimas da casa. Embora os quartos recebessem os primeiros raios solares, as aberturas eram acanhadas, abaixo das normas sanitárias e as construções vizinhas impediam uma boa insolação.

 

Local: Pirassununga – Cidade Jardim – Área A.
Tipo: Residencial – Reforma.

 

Objetivos:

  • Resolver problemas com alagamentos e umidades.
  • Adequar o imóvel quanto aos aspectos de iluminação, ventilação e layout.
  • Tempo de execução: 3 meses.

As soluções para esses problemas eram possíveis, pelo menos nos aspectos técnicos. Faltava resolver se economicamente seria viável. O raciocínio foi simples: O investimento inicial na compra da casa e o valor da reforma não poderiam ultrapassar o valor de mercado do imóvel. Para tanto foi estabelecido um teto máximo de gastos para a realização das intervenções.

Veja a residência antes da reforma:

antes-samanthaVistas internas e da fachada

Outro desafio, e talvez o maior deles, eram os alagamentos decorrentes das fortes chuvas e da falta de drenagem, tanto nas vias públicas, quanto internamente à propriedade. Parece exagerado falar em alagamentos, mas não é. Com o desenvolvimento do bairro, a prefeitura resolveu canalizar um córrego nas redondezas e asfaltar alguns trechos, o que ocasionou aumento do escoamento superficial das águas e a consequente saturação do sistema de drenagem. Em decorrência destes fatores, toda a casa apresentava pontos de umidade nas paredes, tanto nas internas quanto nas externas, além de alagamentos.

 

MÃOS A OBRA

A primeira intervenção planejada e ser realizada atacou o aspecto mais crítico dos problemas: a drenagem. Para resolver esse problema uma rede de drenagem foi projetada com o objetivo de coletar adequadamente as águas pluviais e impor uma barreira ao contato da água com as paredes da residência. Foram utilizados canos especiais de drenagem de águas superficiais, revestidos com manta geotextil. Para a coleta das águas pluviais foram instalados tubos de PVC. Um aspecto importante a ser observado é que a área permeável do terreno foi aumentada (obedecendo a legislação vigente), o que favoreceu sobremaneira no aspecto final da obra. Veja as obras:

drenagem-samanthaCorte, tratamento e base para instalação do sistema de drenagem.

A segunda intervenção teve por objetivo aumentar a iluminação e ventilação dos quartos. Para tanto foram instaladas portas balcão com acesso dos quartos para o exterior da residência. Algumas aberturas foram trocadas de posição para favorecer a entrada dos raios solares na parte da manhã.

instalacao-portas-samanthaImpermeabilização de paredes e construção de parede destacada para freias a umidade e instalação de porta balcão nos quartos.

A próxima etapa tratou das adequações do layout interno:
reforma-interna-samanthaAbertura para integração da cozinha à sala de estar e escoramento da laje inclinada e instalação de vigas e pilares de madeira para apoio dos vãos.

Vamos ver o resultado?

resultado-samantha

Veja a galeria completa