Casa valoriza funcionalidade

Casa valoriza funcionalidade

casa funcionalidadeA 21ª Casa Cor Paraná, franquia da maior mostra de arquitetura, paisagismo e design do Brasil, abre as portas ao público até o dia 5 de outubro, em Curitiba. São 49 ambientes assinados por arquitetos, designers de interiores e paisagistas, divididos em um espaço de cinco mil metros quadrados.

—Segundo a diretora da mostra no Paraná, Marina Nessi, uma característica visível em todos os ambientes, independentemente do estilo trabalhado pelos profissionais, é o conceito da arquitetura duradoura, ou seja, que não cai em desuso. Ela destaca que esta é uma tendência do mercado, mas que na Casa Cor Paraná está ainda mais evidente. “Os profissionais não estão preocupados com modismos, mas sim com a funcionalidade dos ambientes”, diz Marina. O objetivo é tornar os espaços usáveis para várias atividades.

Para um dos ambientes da mostra, o Loft dos recém-casados, as arquitetas Mariana Stockler e Carolina Posanke, que assinam o projeto, priorizaram o estilo moderno, com linhas retas e cores neutras. “Tentamos projetar um espaço social bem integrado para casais que gostam de receber os amigos em casa. Eu diria que é um estilo contemporâneo sofisticado”, diz Mariana.

Um espelho ajuda a criar a sensação de amplitude do espaço que tem 62 metros quadrados e conta com quarto e sala integrados, além do banheiro. O conforto ficou por conta da mistura de tons neutros, com pinceladas em azul, madeira e texturas.

Os arquitetos André Bertoluci e Martha Coelho assinam o espaço Estar Gourmet. São 53 metros quadrados, onde os profissionais utilizaram madeira em painéis, bancadas, estantes e nichos, tudo planejado para que a área ficasse ampla, prática e funcional, porém requintada.

Os arquitetos utilizaram uma ilha gourmet no projeto, que acomoda os visitantes sem isolar quem prepara a refeição. Esse recurso faz do ambiente mais que um espaço para a degustação de pratos, mas um local para conversas e que convida à confraternização. O ambiente também conta com sistema de automação, que permite criar cenários de iluminação, áudio e vídeo.

Ribalta
A mostra ocupa o conjunto arquitetônico que compreende prédio residencial, uma praça e o antigo Cine Ribalta, de 1975. O prédio residencial tem lofts e moradas compactas; a praça abriga jardim e construções para o setor corporativo, com espaços de gastronomia e lazer; no espaço do antigo cinema estão os espaços comerciais, ambientes conceito e livings temáticos.

No subsolo funciona o setor Bom Gourmet, onde acontecem atividades diárias com jantares preparados por chefs da cidade.

“As pessoas que vêm do interior para visitar a mostra não precisam se descolar a outro ponto da cidade para se alimentar. Temos espaço para almoço, cafés, lanches e até para as crianças”, diz Marina.

PROGRAME-SE
Horário: Terça a sexta das 15h às 21h; sábados e feriados das 13h às 21h; domingos das 12h às 19h
Local: Av. Munhoz da Rocha,1.504, Cabral, Curitiba
Entrada: R$ 40 inteira

Fonte: Odiario.com